Um ano depois…

Hoje acordei com a sensação de estar um ano mais novo. Esta é por si só uma boa notícia e, se assim fosse todos os dias, bem que podia ter sido o primeiro a alcançar a fórmula da vida eterna. Mas não é essa aborrecida notícia que vos venho dar.

Fez hoje exactamente um ano que começou a minha aventura na Holanda, um pequeno país que tal como Portugal fica à beira mar plantado. Ok, há aqui uma diferença e posso melhorar a frase anterior: Por aqui na Holanda (também conhecida como Países-Baixos) até isso tinha de ser diferente de Portugal: o mar é que se “planta” ao país.

Lembro-me que nesse dia, 12 de Outubro de 2014, deixei Lisboa numa manhã chuvosa e cheguei a Amesterdão com um lindo dia de sol. Sim, eu sei que custa a acreditar, mas pelo menos uma vez por ano isso costuma acontecer. Nesse dia fui invadido por algo que sempre tentei evitar ter: um verdadeiro carregamento de cliché em cima de mim. Graças a isso hoje posso-vos comprovar que não estou a mentir, e aqui deixo um relato fotográfico e «cliché» desse dia, começando por a foto do avião ainda parado no Aeroporto da Portela (Lisboa):

Chuva no Aeroporto da Portela - Lisboa
Chuva no Aeroporto da Portela – Lisboa

E acabando com umas belas bebidas e um bom sol no mesmo dia, em Amesterdão:

Sol em Amesterdão num barzito chamado Waterkant
Sol em Amesterdão num barzito chamado “Waterkant”

Ao fim de um ano vamos conhecendo cada vez melhor um novo país e as suas gentes. O inevitável acontece e por vezes damos por nós a comparar pequenas coisas do dia a dia entre Portugal e o novo sítio que nos acolhe. É quase como comparar Chaparros e Moinhos. Já dizia o nosso Marco Paulo, “tenho dois amores”, porém aqui não se trata de saber de qual se gosta mais, mas sim de viver em conformidade com os dois.

Hoje é daqueles dias que digo: “parece que foi ontem!”, mas na realidade “parece que está a ser hoje!”.

Até ao próximo post!

2 Comentários

  • Hélio Branco
    3 anos ago

    Muito bom. Parabéns! 🙂
    Venham daí os próximos anos, cheios de sucesso.

    • Ricardo Valadas
      3 anos ago

      Obrigado Hélio! Um grande abraço para a Inglaterra!

Comente o artigo